quinta-feira, 24 de junho de 2010

KAKÁ, OS ATEUS E A PROPAGANDA RELIGIOSA

E Kaká voltou mais cedo do campo...



As polêmicas da Era Dunga estão muito longe de terminar. E uma das mais recentes envolve o jogador Kaká. Conhecido por seu bom-mocismo, o meia ficou visivelmente irritado com o excesso de vontade dos jogadores da Costa do Marfim, último adversário da Seleção canarinho. Num lance polêmico, Kaká recebeu o segundo cartão amarelo e deixou mais cedo o gramado.

Comentando o episódio, o jogador explicou que, apesar de não ter se irritado, não possuía “sangue de barata”. “– Não aconteceu nada demais. […] Se eu tivesse tido uma atitude irresponsável, eu chegaria aqui e pediria desculpas para vocês (jornalistas) e para o grupo. Joguei uma partida normal e que acabou com a minha expulsão”, completou Kaká [1].

O músico e escritor Tony Belloto, ateu declarado, disse em seu blog que, apesar de implicar com o que chamou de “fervor religioso” de Kaká, aprovou a virilidade agressiva do craque. “Quem estava ali, no campo, não era um símbolo, um modelo, um heroi ou um garoto propaganda. Era um homem lutando por uma vitória. Valeu, Kaká, parabéns pela sua expulsão, ela também foi um exemplo para todos nós.” [2]

Mas a maior polêmica veio à tona quando Kaká aproveitou um momento da entrevista para contra-atacar a um comentário do jornalista Juca Kfouri. Kfouri declarara, na semana anterior, sobre as fortes dores que Kaká sente na região do púbis, e como isso o estaria atrapalhando em campo. Ao responder à pergunta do repórter André Kfouri, filho de Juca, o jogador deu o troco: “- Há algum tempo os canhões do teu pai têm me atingido, não para me criticar por motivos profissionais, mas por causa da minha fé em Jesus Cristo. Do mesmo jeito que eu respeito o Juca Kfouri como ateu, eu queria que ele me respeitasse por acreditar em Jesus Cristo. Milhões de pessoas acreditam em Jesus e ele precisa respeitar isso.” [3]

Juca Kfouri, através de seu blog, rebateu a declaração do ex-são paulino, alegando que não é contra a religião, mas desfavorável ao “merchandising religioso que ele e outros jogadores da Seleção costumam fazer, tentando nos enfiar suas crenças goela abaixo”. Kfouri citou que a própria Fifa proibiu quaisquer manifestações religiosas durante a Copa (mas não mencionou que a entidade procura evitar, dessa forma, atitudes públicas de grupos radicais muçulmanos). O jornalista ainda mostrou que Kaká caiu em contradição, admitindo na mesma entrevista, que os médicos discutiam se ele seria operado da pulbagia após da Copa. “Mas, para quem não tem nada no púbis, como alegou, por que cogitar de tal hipótese? Talvez só Deus saiba. Como não acredito nele…”, ironizou Kfouri, que, no fim, elogiou Kaká por confrontá-lo diretamente. [4]

Kaká, membro da Igreja Renascer em Cristo, denominação neopentecostal fundada pelo apóstolo Estevam Hernandes e a bispa Sônia, encarna hoje o ideal dos atletas de Cristo de forma bem-sucedida. Isso não legitima as contravenções do casal Henandes (que já teve problemas com a Justiça norteamericana e com a brasileira), tampouco faz dele alguém absolutamente acima de qualquer crítica.

Por outro lado, se ele faz propaganda de sua fé, não seria esse um direito dele? Afinal, todo cidadão não é livre para praticar sua fé? E, se algumas crenças são categoriazas como de expansão (como por exemplo, o Judaísmo, o Islamismo e o Cristianismo), o proselitismo é parte do exercício da crença a que o cidadão possui por direito. Obviamente, ninguém é obrigado a nada; ateus e cristão são livres para conviver e expor suas ideias, e até para debater abertamente, de forma respeitosa. Assim, como em uma boa partida de futebol, que cada qual faça seu jogo e alcance o melhor resultado.

[1] Leandro Canônico, Márcio Iannacca e Thiago Lavinas, Kaká lamenta expulsão e avisa: 'Ninguém tem sangue de barata', disponível em http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2010/06/kaka-lamenta-expulsao-e-avisa-ninguem-tem-sangue-de-barata.html .
[2] Tony Belloto, Viva Kaká!, disponível em http://veja.abril.com.br/blog/cenas-urbanas/cenas/viva-kaka/ .
[3] Kaká acusa jornalista de perseguição religiosa e nega dores no púbis, disponível em http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2010/06/kaka-acusa-jornalista-de-perseguicao-religiosa-e-nega-dores-no-pubis.html .
[4] Juca Kfouri, O engano e a contradição de Kaká, disponível em http://blogdojuca.uol.com.br/2010/06/o-engano-e-a-contradicao-de-kaka/ .

18 comentários:

Thiago disse...

Pois é!!
Essas críticas não são simplesmente por atuações boas ou ruins de Kaka', mas sim pelo fato do mesmo expressar o amor de Jesus em sua vida! Lembrando que Kaka' é um pecador como todos nós e comete erros também! Não acho que exista uma "propaganda religiosa" por parte do jogador, e sim uma certa perseguição aqueles que louvam e bendizem o nome de Cristo!

Anônimo disse...

Guilherme B.K

Kaká um grande jogador com tanto talento, um menino de Deus...
Creio que erros acontecem pois somos pecadores, mais erros podem ser evitados!

"O músico e escritor Tony Belloto, ateu declarado, disse em seu blog que, apesar de implicar com o que chamou de “fervor religioso” de Kaká, aprovou a virilidade agressiva do craque. “Quem estava ali, no campo, não era um símbolo, um modelo, um heroi ou um garoto propaganda. Era um homem lutando por uma vitória. Valeu, Kaká, parabéns pela sua expulsão, ela também foi um exemplo para todos nós.” [2]

Criticas de expulsão, apenas por que é um jogador conhecido e com muita fama. Pode acontecer com qualquer um e por que isso só acontece com os famosos? Poisé Juca Kfouri ateu declarado, e jornalista, acusa o Kaká de ter cometido um grande estrago ao time, Kaká aproveita e também dis oque ele quer...

Com a raiva disse Kaká há algum tempo os canhões do teu pai têm me atingido, não para me criticar por motivos profissionais, mas por causa da minha fé em Jesus Cristo.

Sim caro Internauta ateu também não tem Fé?

Abs

Anônimo disse...

Fernando Fernandes Cidral

O jogador Kaká foi criticado por que errou, não fez o que todos queriam que ele fizesse, por isso blasfemando contra Deus, os jornalistas acreditam que encontraram uma chance de criticar o Jogador KaKá, então falavam sobre uma propaganda religiosa, só porque ele frequenta uma Igreja Evangélica, e esses jornalistas não acreditam em Deus, eles não tem o direito de Blasfemar contra Deus, e caluniar o jogador.

Anônimo disse...

Caroline~*

Sim ;
Essas criticas ñ tem fundamento nenhum , só porque o Káká eh um jogador famoso e frequenta uma igreja envangélica ñ quer diser que ele esteja fazendo propaganda religiosa .

Esses jornalistas deviam fazer uma auto-avaliação e refletir : Não estamos mais na idade média, os tempos mudaram e agora cada um tem o direito de escolher sua religião não importa se ele é pobre ou milhonario como o Káká.

Afinal a fé do Káká em Jesus interfere em algum aspecto o seu desinvolvimento profissional em campo?

Anônimo disse...

yohann.

Muito bem , em relação ao Kaká, os ateus e a propaganda religiosa.Eu tenho a comentar que independente do lugar onde estamos temos livre arbítrio graças a Deus,para falar,testemunhar e expressar a nossa fé e o nosso amor em Jesus Cristo,assim como Kaká demonstrou ser fiel naquilo que ele acredita,mas infelismente na minha opinião é uma pena que ele não conheça os dez mandamentos e automaticamente a guarda do sábado.

E quanto aos ateus, espero cinseramente que muito em breve eles possam,encontrar alguém,que lhes mostre a verdade para que eles possam vir á acreditar que Deus existe é amor e está acima de qualquer coisa verdadeiramente fiel.E em relação ao Kaká ele esteve fazendo a parte dele,apesar de sua limitação física.

gamesx.com disse...

Felipe v. machado
E eu acho que isso que ou Kaká fez foi demonstra
que acredita em deus ,mais o Kaká estava fazendo
um ato que todos que acreditam em deus gostaram,menos os ateus
mais como o texto fala todos de direitos de expor suas idéias .

naum sou ateu mais tenho duvidas sobre deus como todo mundo tem,e
naum existe propaganda religiosa mais sim a crença em deus.

Anônimo disse...

Laura Marceli

kaka, é um ótimo jogador, eu acho que ele não fez nenhum tipo de "propaganda religiosa" pois todos tem direito de expressar o que sente e até mesmo o que pensa. kaka fez bem em se defender a respeito das críticas de Tony Belloto e demonstrou que acredita e ama Jesus Cristo, pois quem ama de verdade não tem vergonha de dizer ou de se expressar perante as outras pessoas.
Ou ele só pode amar Jesus em casa e em outros lugares não?

Anônimo disse...

Angélica
erros todos cometem ,uns piores e outros um pouco menos , Kaká ele tem suas recaídas ,mais acredito que ele tem Deus no coração mais se ele não tem acho que ele passa imagem de crer em alguma coisa sim!
Ele é um jogador de muita fama é o cara, mais eu acho que ele não deve ser tratado como um rei ou como o maior cara porque ele não é tudo isso! Acho que ninguém deve julgar ninguém pois quem deve fazer isso é Deus ele sim pode julgar ,


Com a raiva disse Kaká há algum tempo os canhões do teu pai têm me atingido, não para me criticar por motivos profissionais, mas por causa da minha fé em Jesus Cristo.

acho que cada um deveria cuidar da sua vida pois se ele tem fé em Deus ou não isso não tem nada a ver com ninguém ,afinal ninguém paga as contas de ninguém (:

EU TENHO FÉ !

Anônimo disse...

Quando se é famoso,não tem como não haver críticas.Kaká é um excelente jogador,denomidado melhor do mundo,e isso ele vem dedicado a Deus.
Como é um bom homem,respeitoso,temente a Deus,e certo perante os homens,quando algo alarmante,de ruim acontece,ele é alvo de muitos questionamentos.
Kaká é humano,e como todos,tem seus momentos de aflição,comete erros,e por ser um fiel cristão,que publica,sem receio a sua fé,é alvo de muitos contestadores.
Cada qual tem sua religião e crença,e não importa qual seja,deve ser respeitada.
Mas o que a maioria dos homens,cujos não servem a Deus,pensam que porque servimos,devemos ser perfeitos,sempre certinhos,e por isso,quando um erro é cometido,ele é "esfregado em sua cara",penso que com intuito de mostrar,pelo menos aos outros algo como:"viu,ele que se diz servo de Deus,que se diz certinho,foi expulso do time,e blá,blá,blá..."
Na bíblia mesmo diz:"No mundo tereis afliçoes"
E por sermos de Cristo,como em todas as "eras",somos alvos de críticas.
Mas,estando com Cristo,pode vir o que for,que iremos conseguir ir em frente,e é isso que o inimugo não quer que consigamos.Quando fazemos sucesso,e levamos mais pessoas para o caminho certo,ele envia alguém,para que nos prejudique,que nos tire do caminho certo,que faça com que retrocedamos,mas estamos fortes na ROCHA,e por isso venceremos.
Kaká,homem,pecador,ser humano;é um vencedor,e um vencedor em Cristo,e por isso,ele com certeza dará a volta por cima.


Lydia

Anônimo disse...

Lucas Cordeiroo/

Kaká é um jogador muito famoso não só aqui no Brasil mais como no exterior, um jogador que já foi ou ainda é muito importante no mundo do futebol...
Frequeta uma igueja Evangélica não é por isso que está fazendo propaganda da igreja, poié é temos a liberdade de fazer propaganda se quisermos... ou até para praticar a fé, Deus nos deu a liberdade, resta saber se oque estamos fazendo é certo ou não...

Por isso acredito não tem fundamento.

Anônimo disse...

Tcheisiane

Em minha opinião todas essas criticas foram feitas somente pelo erro de Kaká em campo, o que resultou em sua expulsão. Não acho que Kaká tenha feito algum tipo de "propaganda religiosa", ao rebater suas críticas.
Cada um tem o direito de acreditar naquilo que bem entende.

Anônimo disse...

Vitor Cordeiro Gomes

Muito bom essa postagem, do Kaká,os ateus e a propaganda religiosa.

Kaká e um exelente Jogador e nao acho que ele fez algum tipo de "propaganda religiosa" Pois independente do lugar onde estamos podemos testemunhar mostrar livremente a nossa fé que nós temos por Jesus Cristo.

Anônimo disse...

Jão Vito

Káka é um ortimo jogador....
Não tamos o que reclamar dele...
Um ótimo jogador menino de igreja formado e com muito talento.
Abração Profe.

Anônimo disse...

Solon Alberto Silva Suzuki
--------------------------
Oque ele feiz nao foi muito certo mas tambem nao foi errado e muito menos em nome de deus ¬¬.
oque ele teve foi explosao de raiva eu tambem me irritaria

''O músico e escritor Tony Belloto, ateu declarado, disse em seu blog que, apesar de implicar com o que chamou de “fervor religioso”...'

fervor religioso?
realmente nao achei nenhum fervor por parte do kaka saindo brigando com todo mundo....

e fikar enchendo os ateus (Juca Kfouri) tambem nao ajudaram ele muito.
na minha opiniao ele simplesmente ta errado...
--------------------------

Anônimo disse...

Os criticos tentam atingir o jogador Kaka pelo fato dele ser evangelico ,e acreditar em Deus .
Mas todos tem o direito de errar, e qual é a pessoa que não se inrrita em um jogo de futebol?
Mesmo o maior religioso quando sofre alguma injustiça em campo vai se inrritar.
E quantos jogadores não são expulsos como por exemplo o Felipe Melo ,que depois de cometer a falta ainda pisou no adversario por que naum criticam ele tambem?
E se o Kaká fala que é cristão ,ele não esta fazendo propaganda religiosa e se estivesse qual seria o problema ?
Todos não falam na Nossa Senhora Aparecida , isso tambem não poderia ser considerado uma propaganda religiosa ?

Layla 8º ano

Anônimo disse...

Mike Oliveira

Eu não acho que Kaká esteja fazendo propaganda religiosa. Todos nós erramos, pois ninguém é perfeito e como Kaká é fiel a Cristo, os jornalistas encontram uma maneira de criticá-lo dizendo que em vez de ele se dedicar ao futebol se dedica mais a Igreja. Isso não é certo pois todo jogador tem sua má fase e se Deus quiser, logo o Kaká vai se recuperar e vai voltar a brilhar nos gramados, tanto pelo Real Madrid quanto pela Seleção Brasileira. Boa sorte para ele !

Anônimo disse...

Kaká joga muito ele queria demonstrar que acredita no senhor porem ele cometeu um ato que todos que acreditam em Deus o apoiaram, fora os ''ateus''


Pra mim não existe (propaganda religiosa) mas sim a fé em deus .......

Leonardo Henry Ferreira

Anônimo disse...

EU ACHO QUE ISSO E O CONFRONTO ENTRE ATEUS E CATÓLICOS.E QUE E O CONFRONTO VERBAL ENTRE QUEM ACREDITA EM DEUS E QUEM NÃO ACREDITA.PARA MIM E SIMPLESMENTE O CONFRONTO ENTRE ATEUS E CATÓLICOS E APROVEITAREM-SE DE FIGURAS PUBLICA PARA DEBATER ASPECTOS RELIGIOSOS.RUI