segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PENTECOSTALISMO E EXPLORAÇÃO DA FÉ


Por Jéssica Clemente

“Eu, o Senhor Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênção.”[1]
“ Por isso eu digo: peçam e vocês receberam; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate.”[2]

Interpretações de textos bíblicos, como os acima, serviram de bases para a doutrina da teologia da prosperidade, que afirma que os verdadeiros fiéis desfrutam de uma excelente condição financeira, de saúde etc. “Este movimento nasceu na década de 40 nos EUA de um ramo pentecostal que pregava a crença fervorosa na intervenção divina, que se revelaria por meio da causa de doenças graves, por exemplo(...)” [3]

Dentre os inúmeros movimentos sociais que surgiram na América Latina, destacam-se os pentecostais, que enfatizam a cura de doenças, dons de línguas e enriquecimento. A justificativa que se dá para essa ênfase se encontra no livro de Atos 2, que fala sobre o derramamento do Espírito Santo, o que ficou conhecido como Pentecostes.

O Pentecostalismo, como qualquer outro movimento importante, deu origem a um grande número de organizações, com diferenças políticas, sociais e teológicas. No início, os pentecostais se viam como peregrinos na sociedade, dedicando-se exclusivamente a preparar o caminho para a volta de Cristo.

O movimento pentecostal é dividido em três “ondas”:

1.Na primeira onda do pentecostalismo, tem-se a criação da Congregação Cristã no Brasil e da Assembléia de Deus. Ambas as igrejas caracterizam-se pelo anti-catolicismo, pela ênfase na crença no batismo no Espírito Santo e por um ascetismo que rejeita os valores do mundo e defende a plenitude da vida moral e espiritual.

2.A segunda onda pentecostal surgiu com a chegada de dois missionários à São Paulo. Na capital paulista, eles criaram a Cruzada Nacional de Evangelização e, centrados na cura divina, iniciaram a evangelização das massas, principalmente pelo rádio, contribuindo bastante para a expansão do pentecostalismo no Brasil. Em seguida, fundaram a Igreja do Evangelho Quadrangular.

3.Fundadas por brasileiros, as mais antigas denominações da terceira ordem são a Igreja Universal do Reino de Deus (Rio de Janeiro, 1977), liderada pelo bispo Edir Macedo, e a Igreja Internacional da Graça de Deus (Rio de Janeiro, 1980), liderada e fundada pelo missionário R. R. Soares, ambas presentes na área televisiva com seus tele-evangelistas. De um modo geral, utilizam intensamente a mídia eletrônica e aplicam técnicas de administração empresarial, com uso de marketing, planejamento estatístico, análise de resultados etc. Algumas pregam a Teologia da Prosperidade, pela qual o cristão está destinado à prosperidade terrena, rejeitando os tradicionais usos e costumes austeros dos pentecostais. O neo-pentecostalismo constitui a vertente pentecostal mais influente, a que mais cresce e também a mais liberal em questões de costumes.

Atualmente, vários escândalos envolvendo igrejas pentecostais, principalmente da terceira onda, apareceram na mídia. A principal causa dos escândalos é o dinheiro. A igreja Universal do Reino de Deus, cujo fundador é o bispo Edir Macedo, fatura milhões por ano do dinheiro dos fiéis, e utiliza grande parte desse dinheiro para fins pessoais. “Macedo colocou o dinheiro no centro do seu discurso teológico (...). A igreja se inspirou nos princípios da Teologia da Prosperidade”. [4]

“Na Universal, ensina-se que a felicidade terrena é uma concessão divina. Apenas quem é abençoado consegue ter uma vida livre de sofrimento e repleta saúde e prosperidade material. Para alcançar a graça, no entanto, é preciso viver fervorosamente a experiência da fé e, sobretudo, demonstrá-la. E a melhor forma de fazer isso é entregar dinheiro aos representantes de Deus (...), para que ele seja misticamente multiplicado. A doação é um investimento. Quanto mais o fiel dar à igreja, mais receberá de Deus no futuro.” [5]

Esses preceitos, porém, contém vários erros se contratados com a Bíblia:

1.Não precisamos conquistar a graça. “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom GRATUITO de Deus é a vida eterna, que temos em união com Cristo Jesus, o nosso Salvador.”[6]

2.Deus abençoa aquele que segue seus mandamentos e faz o que é certo. “Pois tu, ó Senhor Deus, abençoas os que te obedecem, a tua bondade os protege como um escudo”[7]

3.Deus nos diz que não devemos nos preocupar em ajuntar riquezas na Terra e, sim, no céu. “Não ajuntem riquezas aqui na Terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e rouba-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês.”[8]

Não há nada de errado em doar dinheiro para a igreja; Deus diz que devemos devolver o dízimo, a décima parte de tudo o que ganhamos, porém esse dinheiro deve ser usado para a pregação do evangelho e não para o uso pessoal. “Quando o dinheiro dos fiéis é usado para comprar empresas e jatinhos, a justiça tem de ser acionada.”[9]

“Quem se propõe a guiar um rebanho deveria saber que uma alma que busca conforto na religião para superar um momento de fragilidade emocional atravessa um período de vulnerabilidade. É capaz de tomas atitudes impensadas, com consequências drásticas para seu destino.” Muitas pessoas são enganadas pelos líderes dessas igrejas e doam tudo o que possuem, acabando na miséria e entrando em depressão. Deus não precisa de dinheiro, Ele é o dono de tudo. “Todo o grupo religioso, seja qual for sua origem, deve ter o direito de professar sua fé em paz. Esse é um dos pilares que sustentam o estado democrático de direito”[10] , porém ninguém tem o direito de explorar as outras pessoas em nome de Deus.

Nota: Cansado de trabalhos feitos à base de Control C/Control V, comecei a trabalhar com as turmas de Ensino Médio a metodologia de pesquisa. Gastei tempo, para ensinar e corrigir. Houve muitos trabalhos competentemente escritos. Este, sobretudo, me impressionou. A Jéssica é uma aplicada aluna do segundo ano. Com o consentimento dela, publiquei seu texto, em uma hora sobremodo oportuna, quando se discute justamente a influência de determinados líderes religiosos.

[1]Malaquias 3:10. Bíblia Sagrada NTLH.
[2]Lucas 11: 9,10. Bíblia Sagrada NTLH.
[3]Marcelo Carneiro. DÓLAR ATÉ NA BÍBLIA. Veja, 17 de Janeiro de 2007, p. 48.
[4]Adriana Dias Lopes e Fábio Portela. PORQUE OS FIÉIS DOAM TANTO. Veja, 19 de Agosto de 2009, p. 91.
[5]Idem.
[6]Romanos 6:23 Bíblia Sagrada NTLH; ênfase suprida.
[7]Salmos 5:12 Bíblia Sagrada NTLH.
[8]Mateus 6:19-21 Bíblia Sagrada NTLH.
[9]Laura Diniz. CHEQUE AO BISPO. Veja, 19 de Agosto de 2009, p. 85 e 86.
[10]Adriana Dias Lopes e Fábio Portela. PORQUE OS FIÉIS DOAM TANTO. Veja, 19 de Agosto de 2009, p. 94.

2 comentários:

Anônimo disse...

Com excessão da IURD e da igreja do R.R Soares (Do R. R Soares nunca parei para osbservar), não concordo com os outros comentários das outras igrejas, pois conheço estas denominações e os textos citados acima referente a elas não correspondem...

Benhur disse...

Muito interessante este método e tbém o que a garota pesquisou.
Continue, pois precisamos de pessoas que pensem, questionem.
Esta garota vai longe.
Do amigo e colega:
Pr Benhur Orling Alves
SJoaquim
26/11/09