segunda-feira, 11 de junho de 2007

PARA CONHECER O AMOR VERDADEIRO, VÁ À FONTE


Em meu último ano de faculdade, meu estado era o de inquietação; afinal, em poucos meses eu seria chamado para servir a Deus em alguma parte do país. Em que ramo da Obra eu atuaria? Estaria eu preparado? Todas estas dúvidas zuniam dia após dia em meus ouvidos.
Apesar de estar sozinho, eu me preocupava muito mais com a minha missão. Mas minha vida estava nas mãos de um Deus que me conhece mais do eu mesmo. Ele sabia de minhas necessidades emocionais. Sabia, também, que eu necessitada de um, digamos, complemento feminino.
Naquele mesmo ano, uma jovem gaúcha havia vindo estudar no UNASP campus II. Nos conhecemos no refeitório e, dentro de poucas semanas, nos tornamos amigos. Conversávamos no refeitório, nos encontrávamos para ir aos cultos juntos. Ligávamos de nossos quartos para desejar boa noite um ao outro.
Apesar desse envolvimento, tínhamos muitas dúvidas. Eu, pessoalmente, não estava bem certo de que deveria tentar aquele relacionamento; afinal, em questão de meses eu me formaria! Como manteríamos o relacionamento?
Num domingo pela manhã, eu meditava sobre isto quando me dirigia do prédio da faculdade para o dormitório masculino. Estava mentalmente desistindo de iniciar uma relação que parecia sem futuro.
Em direção contrária a que eu caminhava vinha um grande amigo, Edivano, hoje em memória. Ele não sabia de minha situação. Ainda assim, ao se aproximar, ele disse para mim: "Douglas, seja o que for em que você estiver pensando, não desista!"
Aquilo causou-me uma forte impressão - era como se alguém lesse meus pensamentos. Perguntei a Edivano o porquê ele me dizia aquelas coisas. Entretanto, ele só pôde dizer que Deus lhe pedira para me dizer aquelas palavras. Desde então, tomei a decisão de me manter fiel ao que Deus falara através do edivano. Eu e Noribel estamos casados há um ano e meio, depois de três anos de namoro à distância.
Deus quer guiar a sua vida. Ele deseja tomar parte ativa em seus relacionamentos. Se você o permitir, Seu Espírito de amor o ensinará a amar seu cônjuge. Ele a guiará na escolha de um bom marido. Deus tem poder suficiente para restaurar um matrimônio manchado pelo adultério ou esgarçado pela rotina.
Você precisa de amor? Vá à fonte. Vá a Deus. Pois "Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele. " I João 4:16

3 comentários:

Diogo disse...

Bonita história!!! Parabéns pelas bênçãos de Deus na sua vida! Quando colocamos nossa vida nas mãos de Deus, as coisas acontecem de um jeito diferente.

Daniel disse...

Parte dessa história eu Já conhecia! Talvez quase toda! E histórias de amor que dão certo normalmente têm um começo difícil, cheio de incertezas e indagações internas! E obstáculos aparentemente intransponíveis! Mas com o tempo tudo dá certo!!
Um abraço e até mais!!

guidalidy disse...

Passei a acreditar nessas historias depois q conheci os colegios adventistas de Lavras,Maringa e Iaene por onde meu filho passou antes de ser um pastor...ele tbm teve um namoro fiel de 8 anos a distancia e se prepara p se casar em julho...Deus escreve futuros lindos atraves de filhos q buscam Sua sabedoria...Com Deus