segunda-feira, 12 de abril de 2010

A MODA QUE "PEGOU" ENTRE OS "PEGADORES"


Sandra: em um dia premiada, no outro castigada pela infidelidade

Absurdo. 9 entre 10 pessoas concordariam que a atriz Sandra Bullock é um exemplo de mulher bonita. Bullock provou, ao receber o Oscar de melhor atriz (por Um sonho Possível), que é igualmente talentosa e competente. Com tantas qualidades, parece impossível que um homem pudesse sentir-se insatisfeito ao lado de alguém como a atriz. Mas Jesse James, seu marido, conseguiu a façanha e, de quebra, a traiu com a modelo Michelle McGee. Ao que consta, McGee não possui um décimo da beleza de Bullock, e uma porcentagem ainda menor de seu talento. O que tem a mais (um diferencial?) é a horripilante coleção de tatuagens espalhadas pelo corpo.

De fato, enquanto Sandra Bullock filmava o longa que lhe renderia o prêmio máximo do cinema, Jesse James abordava a outra com a conversa-mole favorita dos infiéis: “meu casamento não anda bem, eu e minha mulher queremos nos separar e, enquanto isso, quem sabe se nós dois…”.

Recentemente, outro caso de traição improvável ganhou a mídia: o golfista Tiger Woods teve diversos casos conjulgais. O impressionante é que o esportista é casado com Elin Nordegren, uma sueca que faz juz à fama da beleza escandinava (alguém, com muita boa vontade, diria que Woods é, no máximo, simpático…).

Depois de alguns escândalos, o golfista cara-de-pau, como o sobrenome já diz, voltou ao esporte. Num jogo entre veteranos, em Mangusta, todos foram supreendidos quando um avião cruzando os céus, com uma faixa que estampava o seguinte: “Tiger, did you mean bootyism?” (“Tiger, você não quis dizer bootyism”?). O dizer fazia trocadilho entre o Budismo, religião de Woods, e o Bootysm, uma seita que advoga a poligamia.

Homens como Jesse James e Tiger Woods, invejados pelo seu sucesso e por suas companhias, demonstram que a infidelidade é muito mais do que mera insatisfação; é um hábito, uma adicção! Até sem motivos, o traidor segue sua natureza e sai por aí, flertando com o primeiro rabo de saia.

Todavia, a desculpa dos famosos funcionou: ao ser descoberto, o traidor agora pede desculpas e se interna às pressas, alegando que é viciado em sexo. Pobres maridos! Bem sucedidos, bem acompanhados e presos a um viciozinho à toa! Eles tentam, mas em vão. Como resistir ao que é mais forte do que eles? Ai das mulheres – se modelos e atrizes incensadas não conseguem exclusividade de seus cônjuges, como as “meras mortais” (expressão popular com a qual não concordo) evitariam ser traídas? Parece que a única alternativa que resta às mulheres é se conformar à natureza masculina, sempre volúvel e instável.

Os evolucionistas diriam que isso é parte do pacote evolutivo, mas seria irresponsável, além de cômodo, usar essa escusa, que, além do mais, não passa de mera conjectura de alguns autores (homens, curiosamente…). A questão envolve caráter – ou melhor, falta dele! Fidelidade conjugal é um compromisso que se faz. Tal aliança se vale de decisões construídas no dia a dia, com amor e dedicação atenciosa. Esse, sim, é um sonho possível.
Veja mais:

20 comentários:

Anônimo disse...

Muito bem, Douglas.
É extremamente importante que nós, homens, lembremos sempre que podemos nos tornar traidores de nós mesmos. Pena que, para muitos, chegar a essa conclusão custou a felicidade e até a saúde física, emocional e sentimental de nossas mulheres, filhos e daqueles a quem transmitimos impresões.
Somente uma vontade controlada pelo poder divino através do Espírito Santo pode sujugar nossa natureza carnal para que mantenhamos votos feitos a outrem e a nós mesmos.
À tirania das sensações, principalmente sexuais, só se conhece uma vacina eficaz: A submissão aos planos divinos.
Dica de leitura...
Recomendo a leitura da obra "O Silêncio de Adão"...
Amplexos


Evanildo F. Carvalho

caroline disse...

Oi Prof!
Achei bem legal o texto, além de ser sobre um assunto bem complexo, está bem "quente" em nosso mundo atual.
É difícil entender o que passa na cabeça das pessoas que traem.
No mundo dos famosos, traição é algo quase normal; alguns colocam a culpa na distância e que não passam muito tempo juntos. Outros falam que são viciados em sexo (no caso do marido de Sandra, e outros)... mas só por causa do vício precisam de outras mulheres? Acho que não é vício em sexo, é vício em mulher. Indecisão e falta de amor a si e ao companheiro.
Com esses acontecimentos que viraram moda, é fácil ter dúvidas. O que será que acontece com os casais, como é o convívio, será que é apenas um casamento de "faixada"? Casam pela beleza, pelo dinheiro; mas no fundo não sentem nada um pelo outro.
A traição, em minha opinião, pode ser também consequência da falta de diálogo, deixar o compromisso cair na rotina. Então, por ex: Se a mulher não da atenção ao seu marido, vem outra e dá, trata-o do jeito que ele gostaria de ser tratado, e a mesma coisa ao contrário.
A falta de amor e atenção gera carência; porém a carência não deve levar a traição. Não é uma justificativa. Traição é falta de caráter e, carência é a falta de diálogo.. que dá para mudar com a conversa.
Amar é respeitar, respeitar é ser leal e fiel.

biribinhas blog disse...

boa tarde professor
achei o texto bastante interessante,fala de um assunto bastante atual, traição, que ultimamente tem virado rotina entre vários casais, isso ocorre tanto no "mundo dos famosos" quanto no "nosso mundo", a diferença que no "mundo dos famosos" ela ganha uma repercussão maior, a traição é geralmente gerada pela insatisfação, falta de amor, falta de dialogo, ou até mesmo simples atração momentânea. Eu sinceramente acho que a traição pode ser evitada
pelo simples dialogo entre o casal, a insatisfação irá diminuir, na hora da atração momentânea quem iria cometer a traição iria pensar em seu respectivo cônjuge, e se o caso for falta de amor eles iriam se separar evitando a traição...
E estes homens famosos da reportagem (Jesse James, Tiger Woods) provavelmente se casaram por causa da beleza de suas respectivas mulheres, e só beleza não é suficiente para acontecer o amor, por isso da traição, e utilizaram de desculpas para tentar se livrar da culpa, tanto da mulher, quanto da imprensa. Por esses motivos, eu acho que precisamos saber com quem estamos casando, e pedir orientação a Deus antes de casar.
Grato Pedro Denis 2º E.M, CASFS

Desiree disse...

oi prof.

É realmente um absurdo você viver em uma sociedade machista.
Nós mulheres mesmo com tantas qualidades não podemos ter total certeza de um relacionamento sem infidelidades, e o mais revoltante é ouvir dos evolucionistas que isso é parte do pacote evolutivo do homem, que , além do mais, a infidelidade conjugal por parte do sexo masculino é aceitável pois faz parte da "raça" masculina.
Chega a ser revoltante pensar que perante nossa sociedade o homem tem desculpas para trair, a mulher dele tadinho, é brava, cheira mal, não lava,não faz comida, ou até somos obrigados a conviver com casos de maridos que traem e a amante nem para ser melhor que a esposa,( por favor né meu bem cadê o senso critico? ) como é o caso de Sandra Bullock que foi traída por uma modelo e que não tem 1/5 de suas qualidades, e advinha qual foi a desculpa?
Seu marido é “ viciado em sexo” !

( ah, se fosse meu marido )

Desiree Loise Pereira -

Manu disse...

Prof° esse assunto é muito comum nos dias de hoje e acho bem interesante... O texto refere-se ao nosso mundo de hoje, que homens não se sentem satisfeitos com sua esposa e acabam procurando "outras" mulheres. Essas situações são muito comum, principalmente no "meio" de famosos, que podem estar com cada mulher ou homem a cada dia, semana e assim por diante. Com a fama os homens se sentem necessitados de terem duas, três mulheres a cada dia. Casamento é um pacto tanto com Deus como com sua própria esposa ou esposo, você deve honrar por isso, é um matrimônio entre eles. A perda desse matrimônio radicalmente é a traição, é uma forma de se sentir bem diante daquele momento.
O grande problema do homem é o orgulho, para ele tudo está bom, parece que assim o homem não tem sentimento, sempre ignorando a mulher e fazendo-a sofrer.
A natureza do homem é de caráter rigoroso, rude, ignorante, o homem ja nasceu com essas "qualidades". Mas a mulher não tem que se contentar em acreditar que ele possa mudar, e sim se valorizar, pensar no que é melhor futuramente para ela.
Quando o homem ama ele manda no seu instinto e se dedica naquilo que se chama amor.

Anônimo disse...

Prezado Pastor,


muito interessante o texto. A visão do autor em abordar a traição nos dias atuais é de extrema importância. A maioria das pessoas hoje em dia, têm medo de se envolver em uma relação que ás possam levar a um compromisso mais sério (casamento). Isso se deve à falta de fidelidade entre os ambos. Abordo aqui também, o modo no qual as pessoas são criadas, pois se boa parte daqueles que cometem o ato da traição entregassem suas vidas para o Pai Celestial, creio que esse laço seria muito mais difícil de se desfazer.

Vivemos em uma sociedade extremamente machista, parece que os homens seguem um ritual no qual não se é permitido falhar. Devemos nós, homens, que temos a tendência em nos casarmos, procurarmos desfrutar mais da companhia dos devotos, e não apenas para frequentar lugares de adoração, mas sim, para colocar os ensinamentos repassados em nossas atividades diárias.


Sds, Henrique Stainik Moreira.

Lais disse...

Lais Diz:

Muito Interesante o Assunto Abordado, poisé algo muito complexo e ao mesmo tempo é algo que está em nosso dia-a-dia, infelizmente.Cotidianamente vivemos uma disputa acirrada, é uma verdadeira batalha em prol de segurar, tanto o homem quanto a mulher recebem cantadas no seu dia-a-dia, no seu trabalho, na rua, na Internet, no mercado e em tantos outros lugares. A traição é uma das principais causas do fim de relacionamentos. Homens e mulheres traem por motivos diferentes, mas ninguém está livre do risco de cometer erros ao longo da vida. Na maioria das vezes, as pessoas traem quando o relacionamento não atinge suas expectativas.Num relacionamento precisa ter fidelidade que é um voto de lealdade que se faz quando duas pessoas vivem um relacionamento amoroso. Obviamente não esperamos da pessoa amada, a traição. Acho que dependendo da situação tem perdão, talvez de outra maneira já não tenha. Tudo muito tem uma segunda chance, desde que seja valido, e verdadeiro. Por que se você tem um compromiço, e está cansado. Termine para fazer o que quer, o tanto deseja, não tem nessecidade de uma dita traição. Quanto maior a confiança, maior a traição. Temos que confiar em si mesmo, acima de tudo!

Obrigada Professor.
Abraço Lais

Paulo disse...

Paulo

Bem Interessante Professor. É algo
bem real ultimamente. Vemos Muito em nosso contidiano. Infelizmente muitos casais terminam um relacionamento por esse motivo, as vezes por besteiras, por fazer as coisas sem pensar. Quando entramos em um relacionamento estamos assumindo um compromiço, para isso precisamos ser leal e sincero com quem está ao nosso lado. Amor verdadeiramente, acreditar e não trair. Porque se amamos realmente a pessoa, não precisamos trai-lá. Acho que podemos sim, dar um nova chance aquela ou aquele que trai, dependendo da situação. Todos um dia erramos, e talvez com esse erros aprendemos e mudados nossos atos, e melhoramos nossas atitudes.
Nos tornando pessoas melhores. Respeitar e ser respeitado.



Paulo César

Anônimo disse...

Oi professor.

é realmente horrivel vivermos em uma sociedade cujo os pensamentos são tão machistas. As mulheres tambem não tem certeza e segurança de um relacionamento fiel, nós mulher depois de muito tempo é que consiguimos nosso direito de poder trabalhar fora, votar , entre outros direitos porque ate pouco tempo atras era sem cabimento para a sociedada a mulher trabalhar.
E se o homem pode trair quando e com quem for a mulher tem mesmo direito. O horrivel são as pessoas defenderem a traição dele tanto pra mulher quando pro homem é feio trair uma pessoa que confia em você, mas caso aconteça não tem nada que defender o homem e julgar a mulher.

Tuane bonatti 2 ano E.M.

Anônimo disse...

Pastor hoje o que falta é o amor sincero e verdadeiro,as pessoas se apaixonam e já vão logo casando,falta conhecer a pessoa de verdade,hoje em dia isto é o que mais acontece.


Luiz - 2ºano

Gislaine disse...

Olá profº, o tema do texto retrata uma realidade nos dias de hoje, pois com bastante frequencia vemos homens internando-se, alegando serem viciados em sexo. O que todos nos sabemos é que isso é apenas uma forma de dar outro nome á alguém sem caráter.
As mulheres hoje tentam acreditar que “errar é humano”, e normalmente dão outra chance, mas a verdade é que, não tem desculpas, traiu uma vez, sempre volta a faze-lo novamente. Pobre de nós mulheres que acreditamos na palavra de homens cretinos como esses. Mas acho que isso é apenas falta do real Deus, pois quem realmente tem Deus no coração não faz esse tipo de coisa, claro que também existem pessoas que mesmo parecendo ter Deus, erram, já que, quando damos lugar a um pensamento “insano” , algumas vezes damos lugar ao adultério; o que me consola é saber que tudo o que vai volta, não só aqui na terra, mas no céu também, tenho plena certeza de que, quem trai não vai ter uma vida realmente feliz, e terá coisas a explicar perante Deus. As pessoas podem mudar? Podem ser felizes? Porque não?!...
Se houver Deus antes das decisões é certo que sim.

Gislaine 2º E.M.

Letícia disse...

Oi professor!
Bem, eu li o texto e achei muito interessante. Hoje em dia, eu realmente não sei o que se passa na cabeça dos homens/mulheres que traem seu companheiro. Se a pessoa realmente amasse, não traia. Se não ama de verdade, porque então se casou?! Os casais não tem mais um casamento perfeito como os de "antigamente". É difícil encontrar um casamento que tenha dado certo. O perdão pode até acontecer uma vez, mais acho que não existe segunda chance. Se você já deu uma chance, a pessoa pensa que você vai perdoar mais uma vez, e assim vai. Quem faz uma vez, faz sempre então não dá de por muita confiança naquele que já traiu.
Aliás, com os famosos um relacionamento, se você observar, nunca vai muito longe, alguns casos são muito raros.Alguns se casam só parar ter mais fama, ou então por dinheiro e isso eu acho um absurdo.
Para não gerar a traição, o relacionamento precisa de muito amor, atenção e compreensão, sem isso não tem motivos para não ir procurar o que quer em "outro". Quando a gente ama de verdade, não tem outro que acabe com esse amor.

Anônimo disse...

Comentário realizado pela aluna Larissa Curvello da Silva, Segundo ano do Ensino Médio. Casfs.

Meu professorzinho lindo,
o assunto ''traição'' já se tornou algo completamente comum no mundo em que estamos.
Porém, isso só ocorreu porque nós seres humanos e cheios de falhas permitimos que o amor tenha sido banalizado.
Porque se não tivessemos deixado a essencia do amor todo em sí acabar, isso não teria acontecido, não dessa forma pelo menos.
Traição é algo que podemos definir de uma só forma: Falta de amor!
Geralmente as pessoas que traem procuram se justificar, tentar arrumar atitudes que jamais deveriam ter sido tomadas e, elas tentam
arrumar simplesmente porque sabem do seu erro. Mas acho que quando alguém sabe que errou, não tenta se desculpar com
pretextos ridiculos, ao contrário, a pessoa assume e leva essa responsabilidade consigo.
A traição em sí pode ter vários motivos, talvez se você já não encontra mais o que antes encontrava no companheiro, se não existe
companheirismo, se as brigas estão sufocando, ou apenas por falta e vergonha na cara mesmo, né? Mas nenhum dos ''motivos''
deveriam ser levados em conta, pois para todos os problemas existe uma solução, não precisamos fugir de tal forma a ponto
de magoar o próximo e muitas vezes acabar se prejudicando. Depois de uma traição a confiança é quebrada e, uma vez que quebramos
a confiança de alguém nunca mais retorna no que era antes, mesmo que exista perdão. Aliás, temos que saber diferenciar perdão de
volta; perdoar é algo nobre, algo que devemos fazer, mas não significa que devemos voltar ao relacionamento também. Se você perdoou,
você tirou um peso de rancor de dentro de sí, mas para que exista o perdão não é obrigatoriamente necessário que voltemos, não existe
uma ligação direta. Temos que ter em mente o que é correto e o que não é, temos que saber que uma vez que alguém tirou sua confiança,
ela já não pode voltar. Não que não possa, mas você não vai conseguir conviver com paz, será um mar de insegurança a cada saida do
parceiro, a cada ligação perdida, a cada jogo de futebol com os amigos. Temos que pensar bem antes de qualquer coisa, para que no
final não exista arrependimento.
Entre os famosos podemos ver bem claro a falta de ''amor''. Claro que não é em todos os casos, mas sabemos que é na maioria.
Isso ocorre porque muitas vezes eles se casam por interesse, por fama dobrada, por bens comuns e uma coisa que não pode faltar,
que como nós também, muitas vezes casam por impulso, nem sempre é apenas por interesse seja la no que for, mas por impulso.
Assim como nós que cometemos o mesmo erro. Jovens e apaixonados que acham que o amor pode ser construido em três meses,
casam-se logo após. As consequencias de uma atitude mal pensada pode ser devastadora. Por todos esses fatores devemos pensar
muito bem antes de resolver dar um passo grande em nossa vida, pois esse passo pode ser seguro para nós, mas e se o caminho
estiver com um profundo buraco? Temos também que pedir a orientação de Deus, pois só ele sabe o que é melhor para nós e com certeza
tem algo muito bem preparado para vida de cada um.

Anônimo disse...

ooi Professor *-*
Bom, o texto é bem interessante, e esta tratando de um assunto que por muito tempo trouxe muita polemica, e ainda trás, a traição é algo que hoje em dia vemos em quase todos os relacionamentos, se o homem trai, é porque a mulher nao deu atenção o suficiente, ou não soube cuidar bem, se a mulher trai, é porque já não é igual ao que era antes, depois do casamento se tornou uma pessoa extremamente sufocante e outros diversos fatores existentes.
Tanto o homem quanto a mulher parecem nao estar satisfeitos com o que nos é dado, e com isso dizem "procurar em outros(as) o que não encontra no casamento, com o seu/sua companheiro(a).
e na minha opinião, no mundo dos famosos isso se torna mais "comum" apenas pelo fato de estes estarem sendo mais acediados, tanto por fotografos, como por fãs, e entao acaba sendo descoberto, mais ator, atriz ... é uma pessoa normal, e na sociedade comum, tem talvez mais traição do que entre o mundo dos famosos, só que é traição as escuras, porque nao tem ninguém te observando 24horas, ou todo um país sabendo quem você é. Na verdade o grande problema de toda a sociedade é a falta de amor, se pensassemos mais no nosso parceiro do que em nós mesmos, não errariamos tanto. Não importa quem você é ou o que representa ou a forma que representa para as pessoas, o que importa é o respeito que você tem para com o outro e, se agissemos de forma melhor pensada tudo isso poderia ser evitado, pois o casamento nao seria só perfeito no dia, e na hora do SIM, e sim seria perfeito, para o resto da vida.




Gabriela Mira

Anônimo disse...

A traição é algo que de certa forma não existe um ''porque''. Não existe uma justificativa coerente para isso, é simples, se você está
insatisfeito e afim de trair vai la e trai. Porque se amasse realmente o (a) parceiro (a) não faria isso. Ou pelo menos pensaria muito antes
de tomar qualquer atitude errada. Na verdade isso tudo é de certa forma manipulado, desde muito tempo vemos como se fosse algo
normal um casal se distanciar e se envolver com outra pessoa. Encontramos em novelas cenas dais quais nos mostram um casal que se
distanciou, logo após um deles ou até mesmo ambos, encontram outra pessoa, se envolvem e no final ou ficam felizes com essa nova
pessoa, ou são perdoadas e aceitas pelo antigo/atual parceiro (a). Ou seja, se torna algo lindo e romantico. Mas sabemos que não é, afinal
isso é traição e não deixa de ser porque a pessoa está feliz. No mundo dos famosos é como o nosso mundo, eles não erram mais que a
gente, a única diferença é que eles estão sendo vigiados todos os dias e são pessoas conhecidas, isso é o que muda, enquanto nós que não
somos famosos traimos as escondidas. O real mesmo é que se cada um pensasse em fazer o certo pra sí e para o companheiro (a) as coisas
seriam diferentes, o ato '' errar'' é algo humano, mas somos bem mais capazes do que imaginamos e podemos usar essa capacidade
com sabedoria e pensar mais nas atitudes.

Por: bruno oliveira 2 ano do ensino médio.

Gilson disse...

Gilson

Dizem que só o homem é capaz de trair, só que na minha opinião a traição parte de ambos os sexos só que ao contrário dos homens, as mulheres traem mais quando se envolvem de verdade. Os homens são mais visuais, sexuais. Já as mulheres traem quando se envolvem de verdade, se apaixonam. Estão em busca de um amor.

Leandro Cevinscki disse...

eaí professor

irado o texto, e é bem a real mesmo, hoje em dia é muito comum isso e em todo lugar, mas não sei como, principalmente os homens, tem cara pra fazer uma dessas, eu particularmente, não teria essa coragem, ainda mais em um caso como o de James, não vejo motivos, esse mundo hoje está muito perdido, as pessoas vivem fazendo as coisas sem pensar, e depois se arrependem. Essas desculpas esfarrapadas, nem sempre convencem, na maioria agem assim pra impressionar os amigos, e acontece em todas as idades. O casamento era pra ser único, a partir dele, uma só mulher, pro resto da vida, infelizmente não é o que acontece, se divorciam, casam novamente, e assim vai. A traição deveria ser punida, uma lei que prendesse o traidor, um pecado muito grave, que deveria ser conseriderado crime.

abraço, Leandro

Igor Marconatto disse...

Professor...o fato é que infelizmente, grande parte dos casais, não estão e "conformando" com uma só companheira(o), acham que o melhor geito de sair de um problema no casamento, é estando com outro, porem, enqunato a pessoa acha que seus atos estão atraindo "boas novas" para o seu proprio ser, sua dignidade se mostra cada vez mais absurdamente pequena e fraca.
Professor...o fato é que infelizmente, grande parte dos casais, não estão e "conformando" com uma só companheira(o), acham que o melhor jeito de sair de um problema no casamento, é estando com outro, porem, enquanto a pessoa acha que seus atos estão atraindo "boas novas" para o seu próprio ser, sua dignidade se mostra cada vez mais absurdamente pequena e fraca.
O tal do "vicio em sexo", é apenas um pretexto que concerteza é um PESSIMO pretexto. Acredito eu que a traição é a falta de Deus no nosso coração, pois aquele que esta com Deus, não sentira falta de mais nada em todos os seus compromissos, porem, quando a pessoa esta sem Deus, abre um vazio no peito, que as pessoas pensam em preencher com sexo, vícios, entre outros.

Anônimo disse...

Talvez a traição esteja se tornando um "clichê" ao ponto de ser algo normal. Hoje, não existe essa que o homem trai mais que a mulher ou vice-versa, ambos estão mantendo esse hábito e achando que com uma simples desculpa, ou até mesmo um buquê de rosas resolve.
Na minha opinião a traição tem perdão sim, mas isso não quer dizer que volta a confiança ou muito menos apaga o que aconteceu.


é noiz, beijo amor ♥
Bruna Luiza - 2° ano E.M.

lucas disse...

Oi prof, desculpa a demora.Mas como o ditado diz antes tarde do que nunca.
Achei o texto muito interessante, poque fala da natureza do homem que na maioria das vezes nao tem respeito com a sua mulher,tambem fez um paralelo que o homem que trai logo é esquecido mas quando a mulher trai é crucificada por todos.
Em nossa sociedade é muito comum trair a midia influencia e nos dis que é normal, mas pa quem conhece a verdade nao cai nessa nao.Por isso so homens devem ter dicernimendo do que é bom e do que é ruim.
Valel professor!!!!!