terça-feira, 25 de março de 2008

GTA VOLTA PARA DETONAR (COM A MORAL)

O jogo impressiona pelo realismo de seu gráfico

"GTA" (sigla para "ladrão de carros", em inglês) nasceu em 1997 como um inovador mas limitado "jogo de roubar carros" e tornou-se ícone da rebeldia nos games a partir de "GTA III", lançado em 2001. Na visão dos defensores dos "bons costumes", trata-se do "jogo de atropelar velhinhas e violentar prostitutas". Na visão dos jogadores, é uma das experiências interativas mais divertidas e intensas do mundo dos games.

Os personagens de "GTA" sempre estiveram na mira da lei - geralmente, aventureiros recém-saídos da prisão. As missões principais sempre envolveram pilotagem de carros, explosões e uso de armas, colocando o jogador na posição de fora-da-lei e garantindo uma coleção de polêmicas para produtora Rockstar.

"GTA IV", que tem lançamento previsto para 29 de abril, depois de ser adiado em 2007, é a seqüência mais aguardada da franquia, e um dos principais lançamentos de 2008. Novamente, o jogador tem um mundo 3D aberto à exploração e liberdade para decidir o que fazer, e como – desde assaltar inocentes e fugir da polícia até passar a vida dirigindo um táxi ou uma ambulância.


As sequências de ação trazem cenas de violência impressionantes - e moralmente questionáveis...

"GTA Vice City" reproduziu Miami para homenagear os anos 80. "GTA San Andreas" criou um mini-estado com três cidades envoltas no hip-hop dos anos 90. Agora a série estréia na nova geração de videogames (Xbox 360 e PlayStation 3) e eleva o grau de realismo e polêmica das aventuras por Liberty City, a cidade baseada em Nova York.


Através do entretenimento, toda uma visão sobre o mundo - visão que desrespeita os valores tradicionais da cultura cristã - é transmitida de forma estimulante (e, portanto, atrativa aos jovens). Se houvessem pessoas que usassem os recursos da computação gráfica e a linguagem dos jogos para programar algo realmente produtivo, poderia haver incentivo para coisas sadias, como a leitura, o racionánio matemático e a tomada de decisões, ao contrário de mostrar (e sancionar!)o estupro, o atropelamento, o roubo, a fuga...

12 comentários:

Anônimo disse...

descordo!

Anônimo disse...

ve se toma geito gta é o melhor jogo de tiroteio e mortes,é so voce joga q tu ja fica viciado

Anônimo disse...

achei muito verdadeiro este texto por que a maioria das pessoas
crianças e adultos
sao viciados neste jogo
´´muito interessante´´
rsrsrsrsrs

max agora com este texto deu pra ver que esse jogo nao tem nada a ver concordo com voce ta.

ana luyse

Comunicando a Mensagem disse...

Já joguei GTA! E concordo que a violência é um destaque neste jogo. Para alguém que quer ser um verdadeiro cristão, meu conselho é: fuja desde tipo de ameaça espiritual.

Anônimo disse...

As pessoas podem jogar GTA como o meu irmao e eu e nem por isso somos viciados ou um dia vamos virar ladrao de carros.

Ja apareceu no fantastico que essas coisas nao influencial as crinças e adolencentes.
e tambem nao eh soh Gta que tem essas coisas tem outros jogos tambem que que sao "IGUAIS"

Anônimo disse...

meu Deus do cèu eu nunca tinha percebido que este jogo era tao violento .ja vi meu primo jogandoe nao gostei jogei e nao gostei atropelar velinhas cruses longe de mim prefiro escutar musica ler sei la mas jogar gta naooooooo .
concordo com vc douglas esse jogo è horivelllllllllll
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrrsrsrrsrsrrsrrsrsrsrrsrrsrsrsrsrsrrsrsrsrrsrass :julia hamerski pereira

Anônimo disse...

cara,nada a ver ! meu,eu já joguei GTA,já zerei o San Andreas 2 vezes e acho irado ! pois a grande graça do jogo é fazer o que a realidade não permite,já joguei,nunca me viciei,e nem por isso vo sair por ai na rua matando que eu ver pela frente !

FALA SÉRIO -.-

Alex Formento disse...

Faça-me o favor né!
Qualquer jogo de tiro,guerra e terror são otimos os GTA não são eseção.
Ja zerei e nem por isso fiquei visiado!

Anônimo disse...

já zerei GTA4 varias vezes, sou cristão, mas acho q o jogo naum passa de um jogo, no gta4 a realidade vem a tona, se vc começar a zerar ele desde o inicio até o desfecho vc verá q a história tem um sentido, consiga uma versão traduzida e vc verá. E a propósito, vc poderá colocar sua postura no jogo, por exemplo, eu não saio atropelando todo mundo na rua e nem matando pedestres nem policiais, procuro disfrutar do belo gráfico cumprindo as missões do jogo, não sou nenhum viciado no jogo graças a Deus, só procuro me divertir nele. É só uma forma de divertimento, sei q a mensagem dele naum é a mais certa, mas é só um passa tempo, quando o jogo passa a te dominar e naum vc dominar o jogo aí sim concordo q é um vicio e dominação maligna.

Anônimo disse...

Semana passada, 10/06/2010, no trem aqui em Porto Alegre, vindo para o trabalho pela manhã, uma colega presenciou uma cena estarrecedora:
Um garoto de de mais ou menos 10 anos, muito mal educado, reclamando por não ter assento para ele, provocando as pessoas, começou a falar sobre o GTA: - eu gosto do GTA, e um jogo muito louco, a gente rouba carro, rouba elicóptero, avião... pode roubar dinheiro e ficar rico...eu amo o GTA, eu gosto da 12 (arma), é a melhor arma, com ela a gente arrebenta a cabeça de todo mundo, detona....o GTA é o melhor jogo, eu gosto de roubar as velhinhas, arrebentar a cabeça delas.....posso ficar rico.

As pessoas ao redor estavam apavoradas com o comportamento do guri...

Isto é o que o GTA produz...sem querer exagerar e generalizar...FUTUROS PSICOPATAS, ASSASSINOS, PESSOAS QUE NÃO DÃO VALOR A VIDA HUMANA, como muitos outros jogos.

NÃO SOU UM FANÁTICO INCOSEQUENTE E SEI DO QUE ESTOU FALANDO!

A TODOS: CRISTÃOS OU NÃO, SE AFASTEM DE QUALQUER TIPO DE JOGO VIOLENTO, ELES IMPRIMEM A VIOLÊNCIA NA SUA MENTE, E NUM MOMENTO DE IRA VC PODERÁ MATAR ALGUÉM, POIS SUA MENTE FOI CONDICIONADA PELO JOGO.

Anônimo disse...

Concordo que o jogo é bem violento mesmo! Nunca tive esse jogo,(nem quero), mas se for falar de uma coisa que influencia para matar, não podemos falar só de GTA, há vários jogos por aí que são violentos, como os jogos de guerra, CS, medievais, etc. O problema é que, se alguém fala em jogo de violência, qual vem a cabeça? GTA!

Anônimo disse...

sou neuropsicopedagoga,e ao longo de minhas entrevistas com crianças que apresentam problemas de ordem comportamental e psicológica, verifiquei que a maioria delas jogam gta. devo dizer que antes dos 12 anos a parte pré-frontal do cortex cerebral, não está pronta, sendo está responsável pelas emoções. dependendo da idade da criança que joga, este pode sim modificar a transmissão de neurotransmissores e sinapses, e conseqüentemente, interferir na vida da criança. sou procurada por pais constantemente, dizendo que o comportamento da criança mudou após jogos que aumentam a produção de epinefrina. existem dados científicos de que jogos estimulantes podem causar prejuízos emocionais. se as pessoas soubesse como utilizar o cérebro de forma sadia, com certeza substituiriam este jogo. CUIDAR DO CÉREBRO, É CUIDAR DA VIDA.