quinta-feira, 5 de junho de 2008

DIA DOS NAMORADOS: ABUSE E USE


É rotineiro o apelo à sensualidade em comerciais (quer veinculados na telinha ou no meio impresso). Às vezes, a mensagem não é declarada, fica nas entrelinhas, provocando sutilmente o consumidor, atiçando sua malícia.

Um exemplo disto está na badalada campanha que a O2 (que tem o cineasta Fernando Meirelles, de "Cidade de Deus" e "Ensaio sobre a Cegueira" como sócio) produziu para a loja C&A: "Papai-mamãe não.

No Dia dos Namorados, surpreenda com C&A". A expressão "papai-mamãe" é uma alusão a uma posição sexual tradicional; a referência, portanto, seria em comemorar o dia dos namorados de forma inovadora, atípica (até no quesito sexual); a garantia para fazer a diferença estaria em presentear com artigos da loja. Curiosamente, esse apelo insinuado refere-se a namorados, o que inclui, solteiros (entendendo-se que há casais de namorados casados).

Incentivando a atividade sexual no período de namoro (que deveria ser época para que o casal se conhecesse emocionalmente, decidindo-se ou não por um eventual matrimônio), a campanha presta um deserviço para uma sociedade, onde o que é imoral continua crescendo em importância...

Um comentário:

raniery disse...

Perante a sociedade quase nada está errado,mas voce como um cidadão de bem taria certo tendo uma vida sexual antes do casamento?.Sabendo que existem varias doenças transmitivel sexualmente.Vo te dar uma das varias rasoes para não ter uma vida sexual ativa antes do casamento.Uma delas é:como vai ficar a imagem do seu parceiro ou parceira perante a sociedade,como vai ficar a sua imagem perante a sociedade,namore sim isso não é pecado curta seu namoro mas escolha a pessoa certa e namore com responssabilidade