quinta-feira, 2 de outubro de 2008

PAPA FALA SOBRE O SÁBADO COM OS JUDEUS

Chamada pelo Pe. David Mark Neuhaus, secretário-geral de vicariato católico de língua hebraica em Israel, de sutil evolução, a compreensão do papa Bento XVI sobre o shabat (sábado) é surpreendente. “Acaso não diz o Talmud Yoma (85b): ‘O sábado foi dado para vós, não vós para o sábado?’”, teria afirmado o pontífice em viagem à Paris, ocorrida a poucos dias, segundo noticiou o site católico Zenit.

O site do vicariato católico de língua hebraica traz mais detalhes sobre o discurso de Bento XVI à comunidade judaico-católica em Paris. Separamos o seguinte trecho: "Eu estou satisfeito por receber vocês nesta tarde. É uma circunstância feliz que nosso encontro tenha lugar na véspera da celebração do 'Shabat', o dia que desde um tempo imemorial ocupa esimultaneamente um lugar destacado na religião e na vida cultural de Israel. Cada judeu piedoso santifica o 'Shabbat' pela leitura das Escrituras e recitação de salmos. Queridos amigos, como vocês sabem, a devoção de Jesus foi também nutrida pelos salmos. Ele ia regularmente ao Templo e à sinagoga. Ele falou ali no dia de Sábado. Ele queria enfatizar com que generosidade Deus olhou para o homem, também incluindo a organização do tempo. Acaso não diz o Talmud Yoma (85b): ‘O sábado foi dado para vós, não vós para o sábado?’, Cristo fez a pergunta ao povo da Aliança para reconhecer constantemente a inaudita grandeza e amor do Criador de todo homem. Queridos amigos, a despeito das razões que nos unem, a despeito das razões que nos separam, nós podemos viver e fortalecer nossa fraternidade. E nós sabemos que os laços da fraternidade são um contínuo convite para conhecer melhor um ao outro e respeitar-nos mutuamente." [grifos meus].

Sem dúvida, o líder maior da igreja Católica omitiu que o sábado, este dia que Cristo tinha em tão alta conta (conforme o papa mesmo admitiu) foi substituído pela expúria observância do domingo, durante a idade média. Ainda assim, Bento deixou nas entrelinhas sua intenção ecumênica.

2 comentários:

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog. Ele é muito bom.

Parabéns!

Um abraço

Carlos Andrade disse...

Creio firmemente na promessa de Cristo: "Eis que faço novas todas as coisas!" Cristo, o novo Adão, trouxe a luz ao mundo vencendo a morte e, num dia de domingo, dando a sua graças às mulheres que o buscaram. Novo Adão, novas todas as coisas. O sábado para o homem e não o homem para o sábado... "por acaso não salvam seu animal se se perde no sábado?"... a interpretação da Sagrada Escritura é impressionante... Gostei do blog, bastante "ecumênico"...